O que podemos e o que nao podemos?

O que pode e o que nãoo pode?Essa foi sempre uma pergunta desde o diagnostico do Filipe.Recebia de inicio a clássica resposta ” leve uma vida normal”.Mas o que é normal mesmo?Aos poucos fomos entendendo que não dava pra levar uma vida tao normal assim.Fui selecionando os ambientes e aprendendo quando podia e o que podia de acordo como Pipe ia reagindo.São muitas as lembranças dessa fase, em especial 2009 quando peguei uma substituição no colégio Polivalente.Subtamente Filipe ficou com uma dor na barriga que nos impedia de dormir e  passou 30 dias me dando trabalho.Era assim,nem ele,nem eu, nem nós.A palavra de ordem era defender, e isso uma mãe sabe fazer ou pelo menos acha que sabe.

Agora dez doses depois muitas coisas ja podemos,em fevereiro fomos a praia.Já vamos ao shopping com muita tranqulidade e eu posso ir. Já nao tenho mais aquela insegurança terrivel de olhar pra ele e só eu conseguir adivinhar que o olho fundo,o cansaço e a irritação eram motivos de levá-lo ao medico.Benditas dez doses.Conforme previsto de julho de 2010 nenhuma carga de antibiotico,nada mesmo.

Entao vou,amanha,brincar de ir.Só eu!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s