Confiança

Confiança é um sentimento que combina com abandono,voce joga algo precioso seu aos cuidados de alguem e tem ceteza de que tudo está como tem que ser.
Combina tanto que emociona.
Hoje fui por acaso ao pediatra com os meninos,de verdade o motivo da visita era um atestado de aptidao para o Artur fazer atletismo.Cheguei lá e Dr Marcos estava sabendo de tudo o que tinha acontecido com Filipe no dia da decima dose.E o melhor disso Maria Fernanda e ele já combinaram qual será a estrategia para a proxima aplicação.Que bom!Porque ai eu pude dizer o medico que agora sim eu estou com medo,e medo nao combina com confiança.

Anúncios

O que podemos e o que nao podemos?

O que pode e o que nãoo pode?Essa foi sempre uma pergunta desde o diagnostico do Filipe.Recebia de inicio a clássica resposta ” leve uma vida normal”.Mas o que é normal mesmo?Aos poucos fomos entendendo que não dava pra levar uma vida tao normal assim.Fui selecionando os ambientes e aprendendo quando podia e o que podia de acordo como Pipe ia reagindo.São muitas as lembranças dessa fase, em especial 2009 quando peguei uma substituição no colégio Polivalente.Subtamente Filipe ficou com uma dor na barriga que nos impedia de dormir e  passou 30 dias me dando trabalho.Era assim,nem ele,nem eu, nem nós.A palavra de ordem era defender, e isso uma mãe sabe fazer ou pelo menos acha que sabe.

Agora dez doses depois muitas coisas ja podemos,em fevereiro fomos a praia.Já vamos ao shopping com muita tranqulidade e eu posso ir. Já nao tenho mais aquela insegurança terrivel de olhar pra ele e só eu conseguir adivinhar que o olho fundo,o cansaço e a irritação eram motivos de levá-lo ao medico.Benditas dez doses.Conforme previsto de julho de 2010 nenhuma carga de antibiotico,nada mesmo.

Entao vou,amanha,brincar de ir.Só eu!

Coração de mae 2

To aqui pensando que essse titulo vai ate o numero 24 mil…..

Chego em casa pra ficar com o Filipe a pessoa que ficou com ele diz: ” tá ótimo,nao teve nada!”,eu olho pra ele e penso que bom entao….durou pouco,olhei de verdade e vi as olheiras e uma vermelhidao no rosto,o corpinho quente….o que fazer agora?ligar pra medica…..nao consigo falar…….temperatura sem alteração,e o rostinho tá ficando muito vermelho…..to aqui com o coração na mao.

Uma coisa eu sei,estive em duvida o tempo todo se era capricho demais ficar com ele em casa.Essa duvida foi embora!

Em casa

Conseguimos sair do hospital,a temperatura ainda nao estava como a medica queria mas ela disse eu saberia o que fazer e que em casa tudo fica mais fácil,uma listinha de farmacia,hoje em observação e um aprendizado: ” nao dá pra achar que com o Filipe as coisas sao previsiveis”,embutido nessa frase temos muitas reflexoes que vou omitir.Sabem do que mais?mes que vem tem mais,seja na suite ou na enfermaria,tenho que estar sempre alerta pra perceber os sinais de que as cosas nao estao bem.

Conforme eu previa no e meia estava acabada,pronta pra dormir,exausta,coitado do Artur que eu nao conseguia mais nem passar as paginas da revista quanto mais procurar palavrinhas acentuadas.Ainda me lembrei de conferir a temperatura do Pipe,35,7…melhor assim.

Coraçao de mae

É assim…..as horas nao passam,a gente tá moida por dentro e fortona por fora……exatamente assim que eu fico….quanto mais coragem pareço ter mais escangalhada estou.A médica disse que vem cá ,e ela ja tinha se despedido!!!

Tá vendo????depois que eu souber o fim disso,hj mais tarde lá em casa eu conto…..principalmente se estivermos comendo o sushi da vez! ( toda vez depois do remedio o Pipe come sushi,nossa comemoraçao!)